8 de out de 2011

Frases

"Todo brasileiro poderá dizer: é assim que eu quero o Brasil, todo brasileiro e não apenas o bacharel ou o doutor, o preto, o pardo, o roxo, e não apenas o branco e o semibranco." Gilberto Freyre

29 de set de 2010

Chega a fingir que é dor a dor que deveras sente

O Chico Buarque conseguiu me fazer entender muito cedo e muito tarde o sentido da frase do Pessoa.
Muito cedo, com a música Trocando em Miúdos. Lembro que não tinha nem 13 anos e nem se quer tinha vivido algum amor, mas quando ouvi a música, sofri. Sofri como se tivesse terminado um relacionamento antigo, que nem sabia o que era.

Só fui conhecer o Neruda alguns anos depois.
Mas ainda sinto meu peito tão dilacerado ao ao ouvir a separação de um casal muito apaixonado, que gostava do Pixinguinha, lia Neruda e acreditava no Senhor do Bonfim.



E muito tarde, hoje, com a música Angélica.
Não sou mãe e nem sei se serei, mas como é possível ouvir essa música sem chorar e se desesperar por terem levado o seu filho.
Quem é essa mulher
Que canta sempre esse estribilho?
Só queria embalar meu filho
Que mora na escuridão do mar



Canta primavera, pá
Cá estou carente
Manda novamente
Algum cheirinho de alecrim

26 de mar de 2010

Coisas da Bahia

Esses dias estava contando para a @ladyrasta sobre quando morava na Bahia, em uma cidade do interior, que em tese deveria ser bem machista, as mães costumavam colocar os filhos no balett como uma forma de estimular a disciplina das crianças. Era engraçado ver os meninos em fila, puxando o cabelo da criança da frente.

Daí essa semana vi um documentário na TV Cultura e a Daniela Mercury falava que a Bahia é um Estado dançante. E é verdade. Lá não existe evento social sem dança. Na religião, nas festas, tudo tem dança. Até no vatapá.

30 de jan de 2010

Descontrole

Ou meus hormônios estão malucos ou eu estou maluca. Prefiro acreditar na primeira alternativa, já que ando brigando demais e sem motivo algum.
Na dúvida, vou tomando um sorvete de iogurte e amoras com o de maracujá e rezando para que faça o mesmo efeito do de chocolate.

1 de out de 2009

Biografia não autorizada

O que ia ser relato em um blog vai virar um livro. E já tem nome: Coelho Amarelo.

22 de set de 2009

Uma cópia barata

Resolvi copiar a Sophie Calle e enviar os lençóis de um amigo para análise de diversos profissionais. O resultado vou publicar aqui. Aguardem